Friday, 9 July 2010

verde






















Verde que te quiero verde.
Verde viento. Verde ramas.
El barco sobre la mar
y el caballo en la montaña.

Romance Sonámbulo - excerto
Federico Garcia Lorca

4 comments:

  1. POEMA TODO VERDE

    O verde de todas as chuvas
    escorrendo em chão de infância
    amado nas flores ideais.

    O verso de todos os ventos
    brincando na várzea intensa
    amanho de eterna paz.

    O verde de todos os pássaros
    cantando na irmandade dos ares
    aragem de rações iguais.

    O verde de todos os sóis
    iluminando geografias impossíveis,
    armadura de colheitas matinais.

    Carregado de verde nas nuvens
    molhar o mundo fero e solitário
    pelos quatro cantos cardeais.

    Cyro de Mattos

    ReplyDelete
  2. Eu gosto de verde lima, musgo e verde mar, verde esmeralda, menta e verde escuro, oliva e verde alface, e todos os verdes neste belo poema de Cyro de Mattos!

    Muito obrigada Submarino Amarelo, cx

    ReplyDelete
  3. Verde,castanho,azul...
    um deslizar de cores
    traçadas sobre o fundo natural
    das músicas da água e de continuas
    melodias de grilos e de pássaros.

    Adaptação de poema "Vida das Aves" de Gastão Cruz

    Muitos parabéns!Que fotografia linda!
    Um beijinho
    Júlia

    ReplyDelete
  4. Muito lindo... e complemento perfeito para a imagem!!! Fiquei sensibilizada!
    Muito grata.
    Um beijinho também para ti Júlia, cx

    ReplyDelete