Thursday, 28 January 2010

a little stone

















How happy is the little Stone

How happy is the little Stone
That rambles in the Road alone,
and doesn't care about Careers
And Exigencies never fears 
Whose Coat of elemental Brown
A passing Universe put on,
And independent as the Sun
Associates or glows alone,
Fulfilling absolute Decree
In casual simplicity.

Emily Dickinson

5 comments:

  1. A verdadeira liberdade é sempre um privilégio dos despojados, daqueles a quem nada prende...

    ReplyDelete
  2. It takes a lot to find this kind of hapiness and independency...but the reward is immense!

    ReplyDelete
  3. Este é um assunto muito vasto Submarino, mas brevemente creio que o que nos "prende" é nossa escolha e enriquece-nos...é do que nos oprime, do que nos tenta dominar aberta ou subtilmente impedindo-nos a verdadeira expressão do que somos, que nos queremos libertar...e suspeito... that it takes indeed a lot to find that kind of independency
    Isabel, and I don't know... but I do love the word immense in connection with reward!!!

    Kisses, cx

    ReplyDelete
  4. A Fonte da Felicidade Reside Dentro de Nós

    “O hábito de me recolher a mim mesmo acabou por me tornar imune aos males que me acossam, e quase me fez perder a memória deles. Desse modo, aprendi com base na minha própria experiência que a fonte da felicidade reside dentro de nós, e que não está no poder dos homens fazer com que fique realmente desgostosa, uma pessoa determinada a ser feliz. Por quatro ou cinco anos desfrutei regularmente de alegrias interiores que almas gentis e afectuosas encontram numa vida de contemplação.”

    Jean-Jacques Rousseau

    Muitas Felicidades para a São e a sua “Obra” Ambrosia. A ambas…até já.

    Bjs
    Fátima

    ReplyDelete
  5. Belissima e oportuna reflexão! Sensibilizou-me! Fico-lhe muito agradecida Fátima, pelas amáveis palavras!!
    Um abraço, cx

    ReplyDelete