Sunday, 25 October 2009

poesia
























Com as lágrimas do tempo e a cal do meu dia
eu fiz o cimento da minha poesia.

Vinícius de Moraes

4 comments:

  1. Sim, Vinicius era um poeta operário, um pedreiro de palavras meticulosamente construindo as suas paredes de versos.
    Bela foto, como sempre.

    ReplyDelete
  2. Cores suaves e "românticas" e um enquadramento que consegue transmitir a poesia que vai naquele tronco e a "expressão" dos seus ramos.
    Parabéns
    VT

    ReplyDelete
  3. Linda a foto, belo pensamento poético...

    “Sempre se admitiu que a poesia participava do divino porque eleva e arma o espírito, submetendo a aparência das coisas aos desejos da alma, enquanto a razão constrange e submete o espírito à natureza das coisas”.

    Francis Bacon

    Bjs

    Fátima

    ReplyDelete
  4. Agradeço-vos pela atenção e sensibilidade dos vossos comentários! A Fátima ofereçe-nos uma admirável e oportuna citação, de que gostei particularmente!
    Bem hajam, cx

    ReplyDelete